Sem categoria

Spiritus o novo espetáculo multimidia do Porto

Spiritus – Experiência Imersiva dentro da igreja dos Clérigos – Porto

Spiritus apresenta-se como um espetáculo multimédia inovador que transcende as paredes da tão emblemática Igreja dos Clérigos, na cidade do Porto.

Esta experiência imersiva, criada pelo atelier criativo OCUBO, tira partido do local religioso onde habita para levar o espectador numa jornada espiritual, emocional e holística.

Inspirado livremente no poema “Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir”, de Álvaro de Campos, o espetáculo traz para o primeiro plano o existencialismo do heterónimo de Fernando Pessoa, onde o ser é a união do indivíduo com o exterior.

“Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir.
Sentir tudo de todas as maneiras.
Sentir tudo excessivamente”

Com um visual abstrato e fluido, e de uma sonoridade intensa, a arquitetura da Igreja dos Clérigos enche-se de poesia visual, sincronia e leveza.

Nesta experiência convidamo-lo a sentir a beleza da vida connosco e a refletir sobre o nosso papel neste mundo!

Spiritus, uma experiência audiovisual que combina luz, música e arquitetura, no coração da Igreja dos Clérigos, no Porto.

Bilheteira:

Bilhete inteiro – 14,00€
Estudante – 12,00€
Sénior – 12,00€
Jovens do 4 aos 17 anos – 12,00€
Crianças dos 0 aos 3 anos – Entrada Gratuita
Residente do Concelho do Porto – 12,00€ ( obrigatório apresentar comprovativo)
Mobilidade reduzida – 12,00€
Bilhete Familia = 2 adultos + 1 criança dos 4-17 anos – 10€ /pessoa

SPIRITUS – Igreja dos Clérigos

RESERVE AQUI:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.