A Curiosa história sobre o coração de D. Pedro I do Brasil para Portugal

Se existe uma história que nos conecta(Brasil) profundamente com Portugal , é esta que vou lhes contar!

A Curiosa história sobre o coração de D. Pedro I do Brasil para Portugal

Em um recipiente de vidro, guardado com extremo cuidado na Igreja de Nossa Senhora da Lapa(foto abaixo), na cidade portuguesa do Porto, repousa, desde 1837, o coração de Dom Pedro I, ou Dom Pedro IV, para os portugueses. Antes de morrer, o primeiro imperador do Brasil deixou em testamento a intenção de que seu coração ficasse no linda cidade do Porto, com o qual tinha intensa relação, pois lá viveu durante os 13 meses (de julho de 1832 a agosto de 1833) em que a cidade foi sitiada em uma disputa de poder entre ele e seu irmão Dom Miguel I durante as chamadas Guerras Liberais (1828-1834). A população do Porto junto com ele, resistiram bravamente a esse Cerco e juntos venceram e Portugal deixou o regime absolutista e começou aí o Liberalismo. Marco importantíssimo para a história de Portugal e lá no Brasil deixamos de ser Colônia. Tudo mudando junto, nossos histórias sempre conectadas de alguma maneira!

De dez em dez anos (a última vez foi em 2015), a Prefeitura do Porto realiza a troca do líquido – uma solução mista de formol – usado para a conservação do coração. Seria quase possível dizer que o órgão está guardado a sete chaves, mas na verdade são necessárias cinco delas para acessar o recipiente onde o coração está. A primeira é usada para retirar a placa de metal cravada na porta do monumento, a segunda e a terceira abrem a rede por trás da placa, a quarta abre uma urna e a quinta, uma caixa de madeira, onde há uma espécie de guarda-joias de prata que guarda o recipiente de vidro com o coração. Para garantir o máximo de cuidado com o órgão, seis pessoas participam do procedimento.

Abaixo fotos da Avenida dos Aliados no Porto e a estátua de D- Pedro I ou D. Pedro IV:

Pouca gente sabe que o coração de Dom Pedro I é preservado na cidade do Porto, o que é extraordinário. Ele é muito cultuado na cidade, há inclusive uma estátua pra ele. É um tema de fato muito interessante. “É importante que os brasileiros saibam que quem proclamou a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822 tem seu coração preservado na cidade do Porto, em uma urna cercada de muita veneração na cidade”, destacou o secretário Henrique Pires.

Independência ou morte

Apesar de o coração de Dom Pedro I estar no Porto, em 1972, durante as comemorações dos 150 anos da Independência, os restos mortais do imperador foram transferidos para o Brasil, onde estão até hoje, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, a poucos metros do riacho onde o monarca proclamou a independência brasileira do então Reino de Portugal.

Nesse vídeo temos tudo muito bem explicado pelo Incrível Prof. José Hermano Saraiva:

Acreditamos no poder da História, do entendimento, e dos passeios com conteúdo, natureza e boa informação.
Entendemos e apreciamos a conexão histórica e cultural do nosso país com Portugal e elevamos isso em todos os nossos posts, serviços, vídeos e mídias sociais.

Nos nossos walking tours pela cidade e nos nossos tours convencionais, sempre contamos essa curiosa historia e passamos pela linda avenida dos Aliados onde está a Estátua de D. Pedro I ou D. Pedro IV.

Se pensa em organizar um grupo para vir a Portugal, ou deseja vir com a familia e precisa de um suporte de receptivo turístico para organizar o roteiro, sugestões, guias oficiais, transportes, reservas de restaurantes especiais…

Estamos situados na cidade do Porto,Portugal.

reservas@portoroutes.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.